India #1

3 04 2008

Na maior cara de pau, vou copiar a idéia do Cegos, Surdos e Loucos. O problema é que esse clipe, com legenda, não pode ficar sem um comentário.

Bollywood – É a indústria do cinema indiano, lá são cometidas as maiores produções cinematográficas do mundo, sim, do mundo. Os indianos cometem por volta de mil filmes a mais que sua sucursal nos Estados Unidos da América. Grande parte são clipes e tudo mais.

Bollywood

Corinthias – De novo. Salvo engano, o clube que revelou um dos atacantes brasileiros mais conhecidos, Rivaldo! Atacante esse que, certa feita, fez um gol olímpico em cima do São Paulo, não lembro quando.

Rivaldo

Globalização – Efeito mundial responsável por uma transformação que, nunca na história desse país, se viu igual. Alguns acreditam que é alguma coisa boa, outros pensam da seguinte forma: globalização é norte-americanização, é o fato de ver jovens com o cabelo feio gritando palavras como: I love you, yes etc.

Globalização

Exército brasileiro – É sabido que, na 2ª Guerra Mundial, se o Brasil se metesse na briga, a cobra fumaria. E esse foi o brasão da nossas forças durante sua estada na Europa combatendo o Eixo do Maaaaal.

a-cobra-vai-fumar.jpg

Gansos – A orgiem do patê remonta a milênios, mas sua genealogia pode ser definida quando da invenção do foie gras ou fígado de ganso. Pelo que entendi, os humanos da época enjoaram de cometer atrocidades contra outros humanos e decidiram comete-las contra gansos mesmo. Produzido pelos franceses para acompanhar sua culinária requintada e cheia de fru frus…

Foie Gras

China – A origem de quase tudo é chinesa… Se você lia MAD (o que aconteceu com ela afinal?) sabe que até o crime organizado foi inventado lá! Bom, no mais, o macarrão, o macarrão instantâneo e outros derivados, também foram inventados lá.

China

Crime organizado – unidos pela Ditadura Militar brasileira, os criminosos políticos e comuns, se uniram e deram origem à facções de inúmeros tipos, uma delas a do “querido” Luiz Fernando da Costa ou Fernandinho Beira-Mar mesmo.

Crime organizado

África – como o que se verá abaixo é uma mistureba de tudo que se viu acima, nada mais justo do que temperá-los com um pouco de peixe, cebola e tomate para formar um grande vatapá surrealista! Um vatalista!





Pensando na mesma coisa? (no gerúndio mesmo)

10 09 2007

“Vocês viram o meu galo?”
Jim Morrison

Vejamos, “contai uma história” diria um pastor de franjas compridas. Ele disse isso à capitã delgada que morava ao lado das pequenas ovelhas do velho senhor da areia. Moraram juntos por algum tempo, mas as coisas não são assim tão simples como querem os romances água-com-açúcar. Uma capitã do exército e um pastor de cabras? A sociedade não os via, pra não dizer que os via com maus olhos… Era um caso raro de síndrome de Estocolmo, ela se apaixonara pelo pastorzinho durante a invasão daquelas terras e nunca mais a abandora. Entretanto, a felicidade não se cristaliza como o passado, o tempo corrói as paixões e as emoções. O que fica são as delícias, mas na memória de uma capitã sem pátria, de um pastor que matou suas cabras.