Mico?

21 05 2008

Bom, é difícil contar isso… Mas vale a pena, vai que eu ganho o livro do Borges da promoção da Grande Abóbora do Marcus (bonito nome esse em!).

Eu tinha 11 anos na época dos fatos e gostava muito de futebol. Sendo assim, me juntei ao time de campo da cidade. Se você não sabe, sou nascido em Ipaussu, uma cidadezinha de 12 mil habitantes do interior de São Paulo. Enquanto eram só treinos, sem problemas, eu corria pelo campo, chutava a bola algumas vezes e ficava por aí. No entanto, houve um campeonato regional e nosso time se inscreveu. Tudo certo, eu não era titular e não precisaria correr o risco de entrar em campo.

Fomos para Piraju se não me falha a memória. Jogaríamos contra um dos times mais fortes da competição. Chegando no campo, várias pessoas pra assistir o evento e eu tranquilo até que o técnico do time olhou pra mim e disse pro amigo dele em alto e bom tom: “Esse aí é filho da Miriam da Caixa, a gente tem que por ele pra jogar”. No interior é assim bitcho, todo mundo sabe quem é quem e se você solta um peido na tua casa o vizinho do outro lado da rua reclama do mal cheiro. Bom, eu olhei pra cara do técnico com um olhar de misericórdia, penso eu que ele não entendeu ou não quis entender. Me escalou como titular…

É claro que não tinha muita gente no campo, mas tinha, várias! Eu tremia feito vara verde, mas  encarei essa tarefa hercúlea. Passado quinze minutos havíamos levado um gol e eu sequer tinha chego perto da bola, o técnico então resolveu, por bem, me substituir. Contudo eu não sabia que quando alguém da banca dos reservas ergue uma placa com o seu número isso significa que você foi substituído… E lá fiquei no campo, correndo pra lá e pra cá até que o juiz parou o jogo, apitou, gritou qualquer coisa pra mim e apontou para o banco de reservas. Eu sem entender nada permaneci no campo pensando que ele tava falando com o carinha que tava do meu lado. E lá ficou o juiz apitando até que perdeu a paciência, chegou perto de mim e me expulsou! Quando eu olhei pro banco dos reservas tava todo mundo rindo, e quando sentei me explicaram o que tinha acontecido… Todo um campo de futebol rindo da minha cara!

Depois desse dia nunca mais fui aos treinos, sequer cheguei perto de um campo de futebol, campo de grama, claro, de salão foi minha próxima tentativa, que também não acabou bem, mas isso eu não preciso comentar aqui, a não ser que você queira! Deixe seus protestos nos comentários, pensarei no seu caso!


Ações

Information

2 responses

22 05 2008
marcus

Oi Meyviu. Eu não recebi nenhum aviso da tua participação no post da minha promoção. Tu poderias enviar um trackback ou comentar manualmente por lá? Isto é uma procedimento só para que tu receba um número que te dá direito ao sorteio de um dos kits de livros.

25 05 2008
Jean Carlos da Rocha

Juiz babaca cara….. Que q tem mais um jogador em campo… Se ele naum apita, ninguem ia perceber….. kkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: