Shakespeare político!

26 04 2008

Uma breve introdução: Curitiba é uma ótima cidade, enfim! Assisto palestras gratuitamente, assisto filmes antigos gratuitamente. Assisti então uma palestra sobre Shakespeare.

Othelo! Othelo foi um general mouro a serviço dos europeus que deu em cima da filha de um senador e… se deu bem, a priori. Depois matou Desdemona e a si mesmo. Othelo não era negro, como querem a maioria das peças, pelo que entendi era mouro e ponto. Apesar da palestra ter sido pautada na narrativa em Othelo, o que mais me chamou a atenção foi um comentário da professora em relação ao poder do teatro naquela época. Quando Shakespeare encenou um dos Henriques (não me recordo qual, perdão!), teve que se explicar muito direitinho para o rei e toda a nobreza inglesa da época. Sim, pois a peça referia-se a um rei destronado! Ou seja: “Shake, vem aqui um minutinho! Como que tu mostra para a população que um rei pode ser destronado? Usou drogas é? Pensas que estamos aqui por mero acaso? Somos a vontade de Deus, exijo explicações gurizinho, imediatamente!”.

Em síntense, a arte ultrapassava as barreiras da arte e se metia onde não era chamada! Cara, isso é impressionante, imaginem um Shakespeare dos dias de hoje! É uma pena que os artistas e intelectuais prefiram fazer propaganda a favor de políticos e demais escória (vide Chico Buarque de Holanda)…

¡Se hay gobierno, yo soy contra!


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: