Ensaio

9 03 2008

Pelo caleidoscópio da mente humana, uma impressão, por mais simples que seja, tem o poder de se avultar a ponto de extrapolar esse sentir e tornar-se algo tangível, algo com urgência de comunicação. Ao olhar uma obra artística, ficam gravados na mente impressões. E o que é mais importante? Descobrir os significados exatos de tal obra, ter conhecimento ou imaginar o que sentia o artista ao criar ou deixar livre o pensamento para que vague a procura de uma interpretação significativa apenas para si. As criações surrealistas, desconcertantes a um grande número de pessoas, trazem consigo essa áurea de irracionalidade, almejada pelos autores e estranha aos observadores. Tão estranho quanto olhar para dentro de si e descobrir as próprias verdades, os vários “eus”.  Se a primeira frase ao apreciar um trabalho surrealista for “quem fez isso é um louco” pode não estar errado, da mesma forma que para alguém cuja alma transborda originalidade, observar o curso de uma vida medíocre e repetitiva também pode ser um desvario. O processo criativo surrealista é tão particular, não obstante alguns métodos serem conhecidos, que vai além da intenção do criar, vem do sonho, mesmo na vigília, vem do inconsciente traduzido em cor, forma, letra e tantas variações suscetíveis de criação. Um texto sem apresentações, sem finalidade clara, pode mesmo ser uma forte impressão de que um sonho guardado há anos está agora tomando uma parte do consciente e não mais apenas suporta ficar relegado ao onírico. A hora da maturação e experimentação de idéias antes soltas agora se faz presente e isso é apenas um ensaio. Válido ao menos para mim, já que você, possível leitor dessa verborréia deve ter lido coisas mais úteis. Isso tudo claro, é apenas um devaneio.

 f.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: