Pandora

17 12 2007

As vezes, antes de iniciar uma poesia, ou talvez para melhor exorcizá-la de minha ilegível e confusa mente para o papel, escrevo tudo o que está se passando pela minha mente. O resultado é um monte de palavras amontoadas que precisam ser rearranjadas para formular um sentido inteligível. Não foi o caso desta, pois ao tentar construir tal operação, utilizei-me de palavras parecidas ou de fonemas parecidos, remetendo uma sentença a outra. Daí saiu o seguinte:
“Aos que estão, que estão estáticos, questionando aquela questão que está quieta, queremos que estes estáticos esquisitos não se queixem e queiram questionar quem quer que esteja querendo qualquer coisa. È a questão que quer calar”.
Após ler a frase nascida, da qual recorri para buscar inspiração, veio em minha mente a figura de algo que guarda alguma coisa. Uma caixa! Uma vez inspirado, busquei algum “eu-lírico” e o resto foi fácil…
Oh, caixa cubólica esquisita
cuja missão é sempre guardar
Cuida de assuntos sempre alheios a ti
e até segredos que vem a calhar
Fileiras e pilhas te encalham aí
mas tua presença sequer é notada
pois tu és tímida e quadrada
depositada nos cantos aqui e ali
Soberana sabedoria compactada
recheada de lembranças embaraçadas
na maioria informações já usadas
e que foram até descartadas
Se nascestes pra ponderar o que guarda
quem guardaria algo em tí?
Siga a vocação que te foi emanada
Não deixes que te abra
minha namorada!
Anúncios

Ações

Information

One response

22 12 2007
Solitude

Dizer é facil pra quem sabe sentir…
Utilizo-me da frase do poema acima.

“Seu amor me fez
livre como uma canção, que se canta eternamente.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: